Resenha - Grace

Olá pessoal, como vão?

Hoje trago uma resenha do livro preferido de minha estante, apesar de ter lido a um tempinho, vim trazer a resenha para vocês, confiram mais e tenho quase certeza que para aqueles que adoram o livro que tocam bem no coração, vão querer ler!

AUTOR:
Foto -Richard Paul EvansEvans se formou Cottonwood da High School , em Salt Lake City. Graduou-se com um BA grau da Universidade de Utah , em 1984. Enquanto trabalhava como um executivo de publicidade, ele escreveu uma história de Natal para os seus filhos. Incapaz de encontrar um editor ou de um agente, ele mesmo publicou a obra em 1993 como um livro novela intitulada A caixa de Natal . Ele distribuiu para livrarias em sua comunidade.







OBRA:
Grace
QUAL O SEGREDO DE GRACE? O QUE PODE FAZER UM ADOLESCENTE QUE ESCONDE UMA GAROTA DESAPARECIDA EM SUA CASA NA AMÉRICA DOS ANOS 1960? É tempo da “crise dos mísseis de Cuba”. Os Beatles já estão nas paradas de sucesso. Os jornais falam de Kennedy, Marilyn Monroe, Krushev. São os nostálgicos anos 1960. Em Salt Lake City, o adolescente Eric Welch conhece a garota Grace Madeline Webb procurando comida no lixo. Ela fugiu de casa e ele decide escondê –la nos fundos de sua casa. A decisão terá grandes consequências em sua vida, até chegar à velhice, quando a fábula A vendedora de fósforos, de Hans Christian Andersen, fará com que sua memória se desate numa torrente de lembranças. Grace é uma comovente história de amor e redenção, com muito suspense e ternura.
Skoob

  • Título: Grace
  • Autor(a): Richard Paul Evans
  • Editora: Geração editorial
  • Número de Páginas: 336

RESENHA:
Bem, fui arrumar meus livrinhos queridos, me deparei com meus "velhos" livros, dentre eles tem um muito importante para mim que é, e sempre será meu favorito...

Muitos não devem ter lido a resenha dele, porque é triste sim, mas me fez refletir muito, me grudei a ele totalmente, Grace foi o primeiro livro que abriu portas para o mundo literário, vou explicar mais a história.

Quando era pequena preferia revistas, gibis, histórias bem infantis, retirando os livros do Harry Potter... Isso não foi por pouco tempo, demorei muito para perceber que precisava sair deles, partir para algo maior e amadurecer com as leituras.
Nas férias de dois mil e dez, decidi passar em uma livraria, comprei vários gibis, mas olhei para livros maiores e um deles destacou-se, foi Grace, sim ele me chamou. Este foi o primeiro livro de dois mil e onze, li em apenas dois dias, e a cada capítulo que passava, lágrimas desciam pelo rosto, algumas de felicidade e outras de tristeza... Acho que sabendo mais da para entender rs.

Eric, seu irmão Joel e seus pais saíram de Los Angeles para morar na parte sul, em Salt Lake City, em 1962 em uma casa antiga caindo aos pedaços.
A história se passa em período de crise, com os mísseis de Cuba, tanto é que nem muito dinheiro tem e nem conseguem dormir direito com os acontecimentos e  barulho de mísseis.

Mesmo com a situação precária, Eric e seu irmão mais novo Joel, conseguiram montar um clubinho no funda da casa.

Como a família de Eric não tinha muito dinheiro, foi a procura de um emprego, conseguiu em um Drive-Thru.

Saindo do local onde trabalhava, tarde demais, ele encontrou uma menina de onde estudava, a menina estava na caçamba de lixo.

"Voltei cuidadosamente para o Quenns, ficando de olho na caçamba. De repente, uma garota saltou para fora. Estava tão surpresa de me ver como eu estava de tê-la visto. Ela tinha um hambúrguer na mão, que logo deixou cair no chão. Seu rosto me parecia familiar." Pág 46

Depois de encontrar Grace, ai a história começa a ficar boa, quando Eric sabe que Grace havia fugido de casa, onde morava com seu padrasto e mãe, ele decide levar ela para casa... Não bem para casa, mas para o clubinho construído para ele e o irmão.
Ele a ajuda, alimentando, conversando e aos poucos vai se acostumando e gostando.
O problema é que a menina carrega consigo um peso de sofrimento e dor, claro que tem mais ainda por detrás disso, desconfiava desde que contou a história da vida dela a ele, mas ao fim eu soube de mais e não pude deixar de terminar sem lágrimas.

Tenho que dizer que o livro se trata de abuso infantil, sim, acho que é isso que me matou de raiva de certas pessoas, inclusive da própria mãe de Grace, como tinha cerca de treze anos quando o li consegui ser a própria personagem, sentia tudo que Grace sentia.
Fiquei feliz com o fim dos irmãos Joel e Eric, mesmo com tudo que passaram ao lado de Grace.

O fim arrebentou, queria tanto que terminasse de uma forma, mas o autor mudou o rumo, vale lembrar que o que ocorreu com Grace ocorre com muitas crianças ainda hoje.
Richard tem uma escrita ótima, bem profunda e leve, faz realmente tocar bem no coração do leitor.

A capa é linda, as folhas são amareladas com as beiradas maravilhosas, parecendo queimadas. Os capítulos são curtos e a fonte é grande.


Bem, espero que tenham gostado e não conseguirei nunca expressar o sentimento que realmente senti lendo o livro, mas se puderem leiam, não desistam de ler, rir e chorar faz parte nesta leitura.

Classificação:


Onde comprar?
Saraiva/ Submarino/ Americanas.
Achei bem barato na loja Casas Bahia.

Beijos e até mais.
Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. A história parece ser bem intensa, e com um tema que infelizmente acontece e muito! :/

    Super gostei de saber que os capítulos são curtos :D

    Bjinhos ;*
    Pâm

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Tamires.. mesmo sem editores o que compensa para quem escreve é o esforço próprio.. eu trabalhava em uma metalurgica.. me ralava dia após dia.. foram 10 anos assim para conseguir juntar o dinheiro para ajudar em casa e a outra parte para realizar meu sonho que era publicar meu livro.. não foi numa editora, mas sim num agráfica. não importa vale pela satisfação pessoal.. sobre a história. infelizmente existe muito disso.. esta aprte do abuso é muito condenável e tem que ser exposta para que pessoas fiquem atentas.. se não me engano fazem 15 dias houve um caso mas foi um pouco diferente.. foi no meu bairro que é tri calmo.. um senhor de quase 70 anos estava a conversar com 3 meninas de por volta de 12 anos.. duas sairão correndo a buscar o pai da que ficou distraindo ele.. o pai dela chegou lutou com ele foi ferido.. mas o trapel foi para um presidio para cuidarem dele.... a leitura tem que acontecer para que coisas assim não aconteçam ou não tenham um final mais triste.. abração e até sempre

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Nosso primeiro livro sempre nos marca muito não? A história parece bem intensa, principalmente por tratar de um assunto tão tenso!
    Mas parece um livro emocionante, fiquei bem curiosa, admito :)
    Beijos :*

    http://meuuniversox.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oiee, tudo bem?

    Realmente o tema de abuso infantil deve ser bem pesado e, com certeza me daria muita raiva. Esse livro deve ser daqueles que nos deixa com um nózinho na garganta.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Uou, necessito ler esse livro, não conhecia, dar uma pesquisa e se pá ler :)
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Realmente não conhecia o livro, mas fiquei cheeeeeeia de curiosidade para lê-lo *---* Espero ter oportunidade de encontrá-lo por minhas andanças por aí.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled
    http://girlspoiled.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tamires, adorei saber sobre a sua relação sentimental com o livro Grace, e realmente é muito interessante conhecer essa história.

    Pobrezinha da Grace, sendo encontrada no lixo... E toda essa história dramática deve ter sido uma leitura bem difícil já que você se colocou no lugar da garota, contudo, como dá pra perceber você ficou bem marcada.

    Rogério Queiroz - Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. mt boa a sua resenha, mas nunca li este livro e nem sabia da existencia dele , rs.

    Beijos, Luana Oliveira.
    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
  9. Olá Tamires
    Parece ser um ótimo livro mesmo
    Pena não estar com tempo para ler agora por conta da monografia :?
    bjsss
    Blog Fernu Fala II

    ResponderExcluir
  10. Nossa, eu nunca tinha ouvido falar desse livro...

    Realmente preciso ler ele hahaha. Acho muito interessante quando lembramos qual foi o livro que nos "abriu" as portas para o universo da literatura...

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu unica ouvi falar desse livro, mas uma das coisas que gosto é livros antigos que conta histórias de outras épocas. Mesmo que não tenha tanto livro assim... as vezes acho que nasci no século errado...hahaha.

    Adorei a resenha...
    Beijos!
    auniversitaria.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, seu comentário me deixa muito feliz e pode ter certeza, vou retribuir com muito carinho!